You are here

País Basco

GOVERNO ESPANHOL REUNIU COM A ETA 
etaSegundo os diários do País Basco, o Governo de Zapatero teve a sua primeira reunião oficial, depois de nove meses de tréguas, com os independentistas bascos da ETA. A reunião acontece uma semana depois do dirigente do Herri Batasuna Arnaldo Otegui ter falado que o processo de paz era inviável.
Ver conferência de Imprensa sobre a notícia do ministro do Interior Espanhol. 

Delegações do Governo Espanhol e da ETA encontraram-se num país europeu, no dia 14 de Dezembro, segundo asseguram os jornais bascos El Correo e Diário Vasco.
O Governo Espanhol não desmentiu a notícia. O ministro do Interior, Pérez Rubalcaba, anunciou para hoje às 11 horas uma conferencia de imprensa.
Segundo, estes mesmos jornais, a ETA garantiu o seu empenhamento no processo de paz e na manutenção do cessar-fogo.
Recorde-se que no boletim interno da ETA (Zutabe), do mês de Novembro, afirmava-se que o processo de paz podia quebrar-se se não houvesse passos do Governo de Zapatero, até ao fim do Outono. Estação que termina hoje.
 Não foram reveladas os conteúdos das conversas. Mas afirma-se que esta reunião serviu para desbloquear o processo e estabelecer um calendário de paços. O processo encontrava-se em crise, devido ao roubo de 350 pistolas em França pela ETA e ao facto de não terem abrandado as prisões de elementos da ETA e processos políticos contra o partido independentista Herri Batasuna, durante estes nove meses. Ainda hoje, o juiz Baltasar Garzon proibiu uma manifestação de independentistas no Pais Basco.

 

Termos relacionados Internacional