You are here

Messenger bloqueado, Facebook libertado

Serviço de mensagens instantâneas foi bloqueado pela Microsoft nos países com sanções económicas dos EUAA Microsoft decidiu bloquear o acesso ao serviço Windows Live Messenger na Coreia do Norte, Irão, Iraque, Cuba, Síria e Sudão, países que estão sujeitos a sanções económicas dos Estados Unidos. No Irão, o acesso ao Facebook foi reaberto, depois de ter estado suspenso durante alguns dias.

 

Os países que estão sujeitos a sanções económicas dos Estados Unidos deixaram de poder utilizar os serviços associados ao Windows Live Messenger, da Microsoft, que tomou esta decisão.

A partir desta terça feira, os utilizadores que tentarem aceder ao Messenger a partir da Coreia do Norte, Irão, Iraque, Cuba, Síria e Sudão encontrarão uma mensagem de erro que os impede de utilizar os serviços.

Por outro lado, e após alguns dias em que o acesso esteve vedado, os internautas iranianos voltaram nesta terça feira a poder aceder ao Facebook, uma rede social que está a ser bastante utilizada pelos candidatos às eleições presidenciais que se realizam a 12 de Junho no Irão.

Ver também "Irão bloqueia acesso ao Facebook"

Termos relacionados Internacional