You are here

Maioria dos Lisboetas quer eleições intercalares

câmara municipal de lisboaSegundo uma sondagem publicada pelo Correio da Manhã, a maioria dos lisboetas quer eleições intercalares na câmara de Lisboa, na sequência das investigações aos negócios entre a autarquia e a Bragaparques. O vereador José Sá Fernandes defende esta solução: «Cada dia que passa é um dia perdido para Lisboa. Dar a palavra aos Lisboetas é, por isso, a nossa exigência.»

57,2 por cento dos inquiridos consideram que se devem realizar em breve eleições intercalares em Lisboa, contra 34,3 por cento que recusam essa solução. Apenas 8,5% não têm opinião.

As suspeitas de corrupção e tráfico de influências na maior autarquia do país provocaram uma enorme desconfiança em relação ao actual executivo, considerando a maior parte dos inquiridos que devem ser realizadas em breve eleições antecipadas. 

Segundo a sondagerm do Correio da Manhã/Aximage, o socialista João Soares é considerado o melhor candidato da esquerda com 35,9 por cento das intenções, seguido de Mega Ferreira com 12,5 por cento. Para 8,8 % dos inquiridos, José Sá Fernandes, vereador do Bloco de Esquerda na CML, seria o melhor candidato da área da esquerda.  

Seguem-se o ministro da Administração Interna, António Costa, (também com 8,8 %), os socialistas Manuel Maria Carrilho e Jorge Coelho, com 8,6 e 6 por cento, respectivamente, o vereador comunista Ruben Carvalho (5,5 por cento), e ainda os socialistas António Vitorino (3,8%) e António José Seguro (2,3%).

O actual Presidente da Câmara, Carmona Rodrigues, fica atrás de Santana Lopes quando se trata de escolher o melhor candidato da direita (23,7% contra 26%). A presidente da Assembleia Municipal, Paula Teixeira da Cunha, aparece em terceiro lugar com 18,1 por cento. O líder do PSD, Marques Mendes, surge em quarto lugar (15,4 por cento), seguido de Paulo Portas (8,3 por cento), da vereadora do CDS/PP, Maria José Nogueira Pinto, (7,3 por cento) e de Marcelo Rebelo de Sousa (1,2 por cento).

Para os inquiridos, Jorge Sampaio foi o melhor presidente de câmara de Lisboa (29,2 por cento), seguido de João Soares (26,3 por cento) e de Nuno Abecassis (14,6 por cento). Carmona Rodrigues e Santana Lopes recolheram a preferência de apenas 5,3 % e 4,9% dos inquiridos, respectivamente.

A sondagem do Correio da Manhã foi realizada entre os dias 27 e 29 de Janeiro através de 500 entrevistas telefónicas e apresenta um desvio padrão de 0,022 pontos.

Termos relacionados Política