You are here

Johnson Controls

MAIS UMA DESLOCALIZAÇÃO
johnsoncontrolsA multinacional Johnson Controls quer fechar as fábricas que tem em Nelas, no distrito de Viseu, e em Portalegre, para deslocalizar a produção para Espanha. A multinacional é norte-americana e é o quarto maior fornecedor de componentes automóveis do mundo. A notícia da iminência do encerramento das duas fábricas foi dada pelo Jornal de Negócios. O fecho põe em causa mil postos de trabalho.

 

O sindicalista Amadeu Santos adiantou à TSF que os operários da fábrica de Nelas foram apanhados de surpresa com a intenção do fecho: "Os trabalhadores estão espantados com a notícia vinda hoje a público, com o previsível encerramento da empresa de Nelas, que afecta cerca de 630 trabalhadores", disse. Também no caso da fábrica de Portalegre, o sindicalista António Branco, coordenador da comissão de trabalhadores, disse que a notícia "surpreendeu os operários", sobretudo numa altura em que a fábrica tem encomendas.

Diogo Serra, da União dos Sindicatos de Portalegre, estranha que a decisão surja numa altura em que a Johnson Controls tem "excesso de trabalho" nas suas linhas de produção. A empresa já teria avançado a possibilidade de passar das actuais oito para 12 horas de trabalho diário.

Termos relacionados Sociedade