You are here

Imigrantes manifestam-se contra a Europa fortaleza

Imigrantes manifestaram-se pela legalização para todos e contra a xenofobia - Foto de Gustavo ToshiakiUma manifestação de imigrantes percorreu neste Domingo as ruas de Lisboa entre o Martim Moniz e o Largo de Camões. Os imigrantes manifestaram-se pela legalização dos imigrantes, contra a Europa fortaleza e a xenofobia, contra a dificuldade de obtenção de vistos de residência e a redução do contingente de imigrantes para 2009, decidida pelo governo.
Mais fotos em flickr.com/photos/bloco_de_esquerda

À agência Lusa, Jorge Silva da Associação Solidariedade Imigrante (Solim) declarou:

"A redução do contingente para a imigração preocupa-nos. A forma como ela é apresentada, em período pré-eleitoral preocupa-nos bastante, porque com isso visa-se dizer que são os imigrantes que estão a vir para Portugal roubar o emprego dos portugueses, o que não é real".

Jorge Silva denunciou que existem "pessoas que estão há muitos anos em Portugal, que trabalham neste país, descontam, pagam os seus impostos e contribuições para a Segurança Social. No fim vêm-lhes recusada a residência pelo simples facto de não terem um carimbo Schengen no passaporte".

O dirigente da Solim acrescentou: "E sabemos como muitas vezes esses carimbos são obtidos, através de máfias e corrupções em torno dos consulados. Esta política só alimenta essas máfias e só atira os imigrantes para a mão de patrões sem escrúpulos que se aproveitam e incentivam a economia paralela que tem alastrado por este país".

Jorge Silva desafiou o governo a apresentar os números relativos ao total de imigrantes que entraram no país com um visto Schengen, afirmando: "Vai-se ver que é realmente uma coisa ínfima".

A manifestação integrou-se numa jornada europeia de luta pelos direitos dos(as) imigrantes e contra a Europa fortaleza.

Termos relacionados Sociedade