You are here

IEFP confirma aumento no desemprego

IEFP confirma aumento no desempregoEm Novembro foram mais de 523 mil o número de desempregados registados nos centros de emprego, um aumento de 28,2 por cento face ao mesmo mês de 2008.

Os números divulgados pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) apontam ainda um aumento no desemprego registado de 1,2 por cento em relação ao mês anterior, o que significa um acréscimo de mais de 6 mil inscritos. Embora tenha-se registado uma quebra na evolução do desemprego entre as mulheres em comparação com os dados de Outubro, as mulheres continuam a representar a maior parcela dos desempregados registados, num total de 279 mil desempregadas, 53 por cento do total.

O desemprego entre os homens continua a apresentar uma evolução mais acentuada. Comparado ao mesmo mês de 2008 o aumento foi de 41,5 por cento de desempregados, sendo que em relação a Outubro deste ano o aumento foi de 2,8%.

O motivo que levou mais de 42 por cento dos novos inscritos aos centros de emprego em Novembro foi o “fim do trabalho não permanente”, o aumento do desemprego foi particularmente acentuado no sector da construção e nas indústrias extractivas, com aumentos percentuais de 63,5 e 53,3 por cento respectivamente face ao mesmo período do ano anterior.

As ofertas de emprego disponíveis nos Centros de Emprego e o número de colocações efectuadas diminuíram em relação a Outubro, com variações percentuais negativas de 5,6 e 2,5 por cento respectivamente.

Termos relacionados Sociedade