You are here

Helena Roseta rejeita convergência à esquerda

roseta5Helena Roseta, candidata independente à Câmara Municipal de Lisboa, recusou qualquer acordo ou reunião com José Sá Fernandes, afirmando que não negoceia listas com nenhuma outra candidatura. Ao cancelar ontem à noite uma reunião marcada para hoje de manhã, a ex-militante do PS rejeitou a proposta de convergência feita por Sá Fernandes, no sentido de criar uma alternativa à esquerda para a cidade de Lisboa.
A apresentação da candidatura de Sá Fernandes será no próximo Sábado, às 17h30, no Hotel do Chiado, com a presença do Arquitecto Gonçalo Ribeiro Telles.

«Não há negociação nenhuma com Sá Fernandes», assegurou Helena Roseta ao Sol. A candidata independente rejeita assim qualquer acordo para a junção das duas listas.

Também a rádio Alvor de Sintra, citando a Lusa, refere que Helena Roseta rejeitou a proposta de José Sá Fernandes para que os dois juntassem listas e se apresentassem às eleições através de um projecto comum. Segundo fonte do Bloco de Esquerda, Sá Fernandes admitia que Roseta encabeçasse essa lista conjunta e a ex-militante do PS terá concordado em reunir-se com o advogado esta quinta-feira para discutir essa proposta. Mas, segundo Pedro Soares, Coordenador autárquico do BE, Helena Roseta cancelou ontem à noite a reunião com Sá Fernandes inicialmente marcada para hoje às 10h30.

Segundo o semanário Sol a proposta de Sá Fernandes passaria por apresentar Helena Roseta como candidata a presidente da câmara de Lisboa e Sá Fernandes surgiria na lista em segundo lugar. Neste cenário, o Bloco de Esquerda, ficaria formalmente de fora, prescindindo de se apresentar às eleições intercalares, e dando o seu apoio à lista de cidadãos encabeçada por Roseta.

"Chegou a estar agendada uma reunião com Helena Roseta mas foi desmarcada ontem à noite. Se não há capacidade por parte de Helena Roseta para uma convergência nós lamentamos mas a nossa estratégia é de apoio a José Sá Fernandes", afirmou Pedro Soares à Agência Lusa.

Hoje à tarde, a candidatura "Cidadãos por Lisboa", encabeçada por Helena Roseta, emitiu um comunicado no seu blogue:

«A candidatura "Cidadãos por Lisboa" é uma candidatura autónoma e independente, aberta a todos os cidadãos inconformados com o marasmo e agonia da cidade de Lisboa.
São destituídas de fundamento quaisquer notícias sobre coligações ou negociações com partidos políticos ou com outras candidaturas.
Respeitamos o espaço de intervenção dos partidos. Mas é tempo de exigirmos que seja respeitada a autonomia do movimento Cidadãos por Lisboa»

Entretanto, a Agência lusa informa que Helena Roseta estará hoje ao final da tarde em reunião com elementos da Renovação Comunista para discutir a possibilidade de integração de alguns elementos desta Associação na candidatura "Cidadãos por Lisboa".

Depois da recusa de convergência de todas as outras candidaturas à esquerda, Sá Fernandes avança para a apresentação da sua candidatura, com o apoio do Bloco de Esquerda, já no próximo Sábado.

Entre os apoios já manifestados à candidatura do Bloco de Esquerda, Pedro Soares destacou «o apoio do arquitecto Ribeiro Telles», que estará presente sábado na apresentação da candidatura, no Hotel do Chiado às 17h.

Do lado dos candidatos da direita, as últimas notícias apontam para que Carmona Rodrigues não se apresente como candidato à Câmara de Lisboa, ao contrário do que foi noticiado hoje de manhã por diversos órgãos de comunicação social. O ex-presidente da CML fará hoje uma declaração às 19h.

Termos relacionados Política