You are here

Guerra do Iraque

PENTÁGONO PREPARA MUDANÇAS NO PÓS-RUMSFELD
iraqueussoldierswebO chefe adjunto do Estado-Maior do Exército americano, general Peter Pace, afirmou ontem que a cúpula do Pentágono está a analisar detalhadamente os sucessos e fracassos dos EUA no Iraque, informa a edição de ontem do New York Times. George W. Bush deve reunir-se na segunda-feira com o grupo de estudos bipartidário independente sobre o Iraque, liderado pelo ex-secretário de Estado James Baker e pelo ex-congressista democrata Lee Hamilton. A sua principal recomendação seria um plano de retirada gradual dos soldados americanos.

O general Pace, entrevistado pela rede de televisão CBS, afirmou que é preciso "avaliar de maneira muito honesta o que está e o que não está funcionando, quais são os obstáculos ao progresso e o que deveríamos mudar na maneira pela qual estamos a agir, para podermos atingir o objectivo a que nos propusemos".

Segundo ele, dois outros generais, George Casey, comandante das operações em solo iraquiano, e o seu superior imediato, John Abizaid, foram destacados para estudar a questão. Noutra entrevista, à MSNBC, respondendo à eprgunta se os Estados Unidos estavam a ganhar a guerra , a sua resposta foi cuidadosa: "Depende da definição que dermos à vitória. Para mim, ganhar é simplesmente garantir ao país que estamos a tentar ajudar a criar um ambiente de segurança dentro do qual o seu governo e o seu povo possam funcionar."

As necessidades de mudança no Iraque são óbvias, observa o NYT, já que em Dezembro deveria ter ocorrido uma significativa redução da presença militar americana naquele país, o que não chegou a acontecer. Há ainda 150 mil militares americanos a combater no território iraquiano.

Termos relacionados Internacional