You are here

Gaza: Milhares de europeus manifestam-se contra o massacre

Manifestação em Londres, onde se vêem a cantora Annie Lennox e Bianca Jagger - Foto da Lusa/EPADezenas de milhares de pessoas manifestaram-se, neste Sábado, em diversas cidades da Europa contra o massacre israelita.
Israel iniciou,entretanto, a ofensiva terrestre contra Gaza.
Durante o dia de Sábado, a aviação israelita bombardeou mais uma mesquita, na hora da oração e onde estavam 200 pessoas: 11 morreram, mais de 50 ficaram feridas.

Em Paris, mais 20.000 pessoas exigiram o fim dos bombardeamentos e sanções contra Israel. Em Lyon manifestaram-se cerca de 10 mil pessoas, tal como em Marselha.

Na Alemanha, manifestaram-se cerca de 7.500 pessoas em Berlim, segundo a polícia e cerca de 4.000 em Dusseldorf.

Na Holanda, em Amesterdão manifestaram-se cerca de 1.500 pessoas e 5.000 segundo os organizadores.

Na Espanha, pelo menos mais de um milhar de pessoas desfilou em Madrid.

Na Itália, pelo menos 3.000 pessoas manifestaram-se em Roma e mais de um milhar em Turim e em Milão.

Em Londres manifestaram-se 60.000 pessoas, segundo a Coligação Stop the War e 10 mil segundo a polícia. Nesta manifestação participaram personalidades como a cantora Annie Lennox, Bianca Jagger, Ken Livingstone, o deputado George Galloway e o escritor Tariq Ali. Sexta feira, em conferência de imprensa, os organizadores pediram ao novo presidente norte americano Barack Obama que condene os ataques israelitas à Faixa de Gaza. Bianca Jagger afirmou: "Quero fazer um pedido ao presidente eleito Obama para que fale em voz alta". No Reino Unido realizaram-se ainda manifestações em 17 outras cidades.

Em Portugal estão marcadas diversas acções de protesto para a próxima semana. Veja em agenda.

Deste o início dos bombardeamentos a Gaza já morreram mais de 450 palestinianos e mais de 2.500 ficaram feridos.

Leia notícia anterior:

Gaza: Israel continua o massacre, protestos crescem em todo o mundo

Termos relacionados Internacional