You are here

Egipto anuncia relançamento do programa nuclear

Hosni MubarakO presidente do Egipto, Hosni Mubarak, anunciou ontem o início de um programa para criar várias centrais nucleares no país: "Vamos iniciar os passos práticos para construir a primeira central atómica para a geração de electricidade", disse o presidente durante a inauguração de uma central eléctrica no norte do Cairo.

Mubarak anunciou que vai emitir um decreto para reorganizar um conselho para os usos pacíficos da energia nuclear. A energia atómica "passou a ser um suporte fundamental para a segurança nacional", por isso o seu "uso pacífico faz parte da estratégia do Egipto no seu projecto para o futuro", disse, acrescentando que o país "vai recorrer à experiência e à capacidade egípcias para colaborar com os diferentes parceiros internacionais e a Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA)".

Mubarak ressaltou ainda que o programa nuclear será feito com "a transparência e o respeito aos compromissos, em conformidade com o Tratado de Não-Proliferação Nuclear".

Ontem, Mohamed el Baradei, director da Agência Internacional de Energia Atómica, declarou que não tem provas de que o Irão queira construir uma bomba atómica. Teerão tem insistido que o seu programa nuclear tem fins pacíficos.

"Vimos, no Irão, substâncias nucleares que possam transformar-se rapidamente em armas? Não. Vimos um programa activo de militarização nuclear? Não", disse el-Baradei numa entrevista à cadeia de televisão norte-americana CNN.

Termos relacionados Internacional