You are here

Dezenas de mortos em atentados no Iraque

Os locais de oração continuam a ser um dos alvos dos bombistas. Foto Dan Pupek/FlickrA violência sectária está de regresso ao Iraque e os peregrinos xiitas foram o alvo dos ataques mais mortíferos desde a saída das tropas americanas do patrulhamento das cidades. Esta sexta feira, pelo menos 37 pessoas morreram e mais de cem ficaram feridas em dois atentados bombistas.

 

O ataque que fez mais vítimas ocorreu numa mesquita de Mosul, no noroeste do país. Pelo menos 30 pessoas perderam a vida e muitas encontram-se ainda desaparecidas, como o número de feridos a ultrapassar os 88, segundo uma fonte citada pela Associated Press.

O atentado foi levado a cabo com um carro bomba que se aproximou da mesquita à hora de saída da oração de sexta-feira, e depois explodiu fazendo estragos nos edifícios em volta da mesquita.

Na capital iraquiana, o alvo das bombas junto às estradas foram os peregrinos xiitas que regressavam de Kerbala, onde se todos os anos se celebra o nascimento do imã Al-Mahdi. Junto à favela de Sadr City, várias bombas explodiram, fazendo ao todo 7 mortos e 21 feridos.

As tropas norte-americanas retiraram-se do patrulhamento das cidades do Iraque, deixando essa tarefa à polícia iraquiana, no âmbito do plano de retirada dos militares que no fim de 2011 deverá estar concluído.

 

Termos relacionados Internacional