You are here

CIA contratou Blackwater para matar membros da Al-Qaeda

Oito anos depois, os EUA descobrem o caso dos mercenários contratados pela CIAA imprensa norte-americana revela que os serviços secretos pagaram milhões de dólares à empresa de mercenários para organizar operações de captura e assassínio suspeitos de terrorismo em vários países. Apesar de 20 milhões investidos em 8 anos, o programa secreto nunca passou à prática.

 

Há dois meses, o director da CIA descobriu o envolvimento da Blackwater (que entretanto mudou o nome para Xe Services) no programa secreto e decidiu informar o Congresso dos detalhes até então desconhecidos desta operação. Segundo antigos responsáveis da espionagem, foi o vice-presidente Cheeney que em 2002 disse ao comando da CIA que não havia necessidade de informar o Congresso, já que a CIA tinha autoridade para matar terroristas da al-Qaeda.

Embora neste caso não exista um contrato escrito de prestação de serviços, são conhecidas as ligações próximas que a administração norte-americana mantinha com a empresa. A Blackwater ganhou milhões em contratos de segurança no Iraque, até que um massacre de civis numa praça de Bagdade em 2007 acabou por ditar o fim da empresa no país.

Em 2002, a Blackwater ganhou o concurso de protecção às instalações da CIA no Afeganistão, um dos vários serviços que prestou à agência de informações. Antigos responsáveis da CIA foram também contratados pela Blackwater, como o responsável pelo contraterrorismo na altura dos ataques de 11 de Setembro de 2001.
 

Termos relacionados Internacional