You are here

Bloco questiona Banco de Portugal

O deputado José Gusmão questiona o Banco de PortugalO deputado José Gusmão, do Bloco de Esquerda, questionou o Governador do Banco de Portugal sobre a falta de garantias no aval concedido pelo Estado ao Banco Privado Português (BPP).

A revelação do relatório da Deloitte sobre a sustentação em garantias reais do aval concedido pelo Estado ao Banco Privado Português (BPP), colocou em causa as afirmações do Governo de que a caução pública ao empréstimo estava alavancada em garantias reais de 672 milhões de euros. Segundo o estudo da Deloitte, os activos do BPP que poderiam ser utilizados para suprir o empréstimo chegariam para apenas cerca de um terço do valor desse empréstimo.

Para o deputado José Gusmão, se confirmadas essas contas, “estaríamos na iminência dessa verba ter de ser paga à custa do contribuinte, que foi aliás o perigo para o qual o BE alertou imediatamente quando esta decisão foi tomada”. José Gusmão salientou que a eventual falência do BPP "não representava, como o próprio ministro das Finanças reconheceu, qualquer risco para o nosso sistema financeiro".

A pergunta dirigida ao Governador do Banco de Portugal questiona se o mesmo pretende manter a versão que defendeu publicamente quando apoiou, em conjunto com o Governo, o aval a esta operação, ou se existem dados novos. Neste caso, o Bloco pretende exigir que Constâncio assuma as responsabilidades por mais uma decisão “que vai pôr os contribuintes a pagar uma operação de resgate a um banco privado”.

Leia mais em: Aval do Estado ao BPP sem garantias suficientes

Termos relacionados Política