You are here

Bloco não quer Nogueira Pinto na reabilitação da Baixa-Chiado

Loja chinesa. Foto do FlickrO Bloco de Esquerda não quer que Maria José Nogueira Pinto seja escolhida para coordenar o projecto de reabilitação da Baixa-Chiado, devido às suas declarações "inconstitucionais" sobre as lojas chinesas. Maria José Nogueira Pinto afirmou ao Expresso que as lojas chinesas "estão a dar cabo do comércio da cidade" e que pretende "travar" a sua "proliferação". Sá Fernandes considerou estas declarações "inaceitáveis" e Pedro Soares, coordenador autárquico do BE, sublinhou que a atitude da antiga vereadora do CDS/PP "põe em causa de futuro qualquer possibilidade de ela vir a dirigir a unidade da Baixa-Chiado". "Queremos uma cidade cosmopolita, aberta e sem guetos", acrescentou.
Leia o comunicado da Concelhia do BE
 

«Não é possível depositar confiança numa pessoa que faz declarações inconstitucionais, ilegais, sugerindo controlar o comércio com base na etnia», justificou à Lusa o coordenador autárquico do BE, Pedro Soares.

Maria José Nogueira Pinto afirmou ao semanário Expresso que pretende "travar a proliferação das lojas chinesas" na Baixa-Chiado dado que "estão a dar cabo do comércio da cidade". A ex-veradora do CDS/PP acrescentou que a autarquia devia criar uma "Chinatown", libertando o resto da cidade destas lojas.

Em comunicado, a Concelhia de Lisboa do Bloco lembra que esta não é a primeira vez que Maria José Nogueira Pinto toma atitudes xenófobas: «Maria José Nogueira Pinto apresentou em reunião de Câmara um regulamento para um bairro municipal no Casalinho da Ajuda no qual se excluíam os imigrantes do concurso para acesso à habitação. A razão invocada foi a de que aquele empreendimento se destinaria a uma "pequena burguesia urbana" e não para "o imigrante e o pé rapado". Tentou justificar a proposta dizendo que "isto não é uma fruteira onde se possam meter bananas, maçãs e laranjas e dizer que está tudo bem".»

Pedro Soares referiu que «oficialmente não houve ainda nenhuma decisão do presidente da câmara», sobre a coordenação da Baixa-Chiado, e que esse assunto «nunca foi a reunião camarária».

"Queremos uma cidade cosmopolita, aberta e sem guetos", sublinhou Pedro Soares, reforçando a oposição do BE às declarações de Nogueira Pinto, em quem o Bloco de Esquerda não pode ter "confiança política".

Leia também a notícia Sá Fernandes: declarações de Maria José Nogueira Pinto são insustentáveis

Termos relacionados Política