You are here

Ana Drago contra "Orçamento sem credibilidade e sem resultados"

Ana Drago fez o discurso de encerramento contra o OE'2008Na intervenção de encerramento do debate do Orçamento 2008, Ana Drago acusou o governo de apresentar um orçamento sem credibilidade, por causa do buraco orçamental criado com a passagem da Estradas de Portugal para sociedade anónima, e das dúvidas levantadas pelo Tribunal de Contas sobre os números apresentados na saúde. Veja o vídeo e leia a intervenção aqui .
A proposta do Bloco para impedir o negócio da Estradas de Portugal foi chumbada com os votos do PS e a abstenção de Manuel Alegre, que apresentou uma declaração de voto manifestando concordância com a posição do Bloco e justificando a abstenção por não ter recebido resposta do governo às dúvidas que levantou num requerimento.

O Bloco de Esquerda viu aprovadas duas propostas de alteração ao OE'2008, uma que reduz o IVA para os produtos alimentares vegetarianos (soja, tofu, seitan) e uma outra que confere benefícios fiscais para a construção de casas com certificado de poupança energética. Outra das propostas apresentadas pelos bloquistas dizia respeito ao acesso à licença de maternidade por parte das professoras contratadas. Apesar de chumbada pelo PS, o ministro das Finanças comprometeu-se a resolver o assunto a breve prazo.

Na intervenção de encerramento, a deputada Ana Drago acusou o governo de não querer "aceitar o uso da folga orçamental para se comprometer com o país no desenvolvimento da política de segurança social" e de "reservar o ajustamento de impostos para a demagogia eleitoral de 2009".

"Este Orçamento, o último que o seu governo faz para cumprir na integralidade, é um fracasso. Vamos chegando ao fim deste mandato, e só sobra a obsessão do défice.", concluíu a deputada.

Termos relacionados Política