You are here

665 demolições na costa espanhola este ano

ilhasbaleares.jpgDepois de muitos anos de intensa exploração dos territórios costeiros do estado espanhol para a especulação imobiliária, o governo começa a tentar reverter a situação, ordenando a demolição de centenas de edifícios, localizados em zonas de domínio público.

Imagem das ilhas baleares em El Mundo 

A brutal expansão do turismo residencial associado à especulação imobiliária na costa espanhola destruiu grande parte do território e promoveu a ocupação de vastas zonas de domínio público. O governo pretende agora reverter esse processo, e só este ano já mandou demolir 665 edifícios ilegais.

Estas intervenções enquadram-se numa Estratégia para a Sustentabilidade da Costa Espanhola, que o governo apresentará amanhã. Esta estratégia visa recuperar a totalidade do domínio público marítimo-terrestre, que no estado espanhol se estende ao longo de 10.000.

Cerca de 20% desse território ainda carece de intervenções e, segundo dados do governo, ainda se encontram construções ilegais ao longo de 700 kms de costa. O objectivo de os demolir será complementado pela implementação de ecovias que facilitem o acesso e usufruto das zonas costeiras de forma sustentável.

Termos relacionados Internacional