You are here

Add new comment

Entretanto, o "Público" noticia que "Portugal já teve licença menstrual, mas revisão do código laboral aboliu-a". Segundo o diário, "Nos anos 1980 passou a ser assegurada às mulheres com dores menstruais incapacitantes uma licença não remunerada de até dois dias. Mas em 2009 a revisão do Código do Trabalho limitou muito a acção dos instrumentos de regulamentação colectiva que asseguravam este direito".
É caso para perguntar aos surfistas de agendas mediáticas "Onde é que tu estavas quando reviram o Código do Trabalho?" e, para os que não se lembram, "De que lado é que estiveste quando quisemos repor os direitos retirados por essa revisão?"