You are here

Add new comment

Querido João Semedo

Esta é uma canção para Maria
Mas vai direitinha para um Homem
De liberdade
De Verdade
Que lutou até ao último momento
Fez crescer muita gente
Ensinou a honestidade
Nem sequer estou a falar
De partidos e bandeiras
Mas ensinou
Que nunca se abandonam
Fileiras

Lutaste amigo de todos nós
E com a tua vida e exemplo
Se desatem as amarras
Do laxismo
Da indiferença
Que todos através do teu exemplo

Venhamos de onde viermos
Digamos sempre presente

Tudo menos ausentes

Como TU sempre fizeste

DE PÉ

Tanto que o SNS
Te deve
Tu
E outro grande Homem
O Arnaut
Lutaram até ao fim

Recordemos por dentro
Todos homens de luta
Mas hoje
Hoje
É o teu dia
Até sempre Homem gigante

Odete Antão