You are here

Add new comment

Parece que o site está fazendo o mesmo discurso que a esquerda parlamentar italiana está fazendo da situação, pois vejamos o porquê.
Primeiro o Euro esta servindo para desmantelar não só a economia italiana como também os outroras poderosos sindicatos italianos de esquerda. Pensar que um país em crise de 60 milhões de pessoas e com um desemprego aberto de 19,9% sendo que a maioria deles de jovens, que quando conseguem empregos ganham 60% menos do que os velhos, possa receber meio milhão de emigrantes, seja a maior das felicidades!
As pessoas reagem de acordo com suas necessidades, e um jovem que tem dificuldade de encontrar um emprego ver que chegam pessoas, que aceitarão trabalhar pelo mínimo para uma sobrevivência quebrando por completo a uma provável remuneração futura, é algo que causará uma guinada para posições contra a imigração em massa.
É uma tamanha tolice achar que quem está na pobreza e pode atingir a miséria, conserve uma solidariedade proletária com os imigrantes.
Atos que são chamados de xenofobia, racismo ou mesmo de posições fascistas, são atos em grande parte das vezes atos de sobrevivência, e este discurso, tentando criminalizar os precaridos e não as grandes corporações, as guerras impostas pela Europa (pelos governantes) a África, os tratados de livre comércio que tiram qualquer condição do povo africano sobreviver com dignidade, são tudo manobras que não levam em conta as condições reais do proletariado italiano, mas sim um discurso de solidariedade aos povos do terceiro mundo, que da forma que era feita era extremamente válido há trinta anos e não nos dias atuais.