You are here

Add new comment

Desculpe, mas acho que não a fazer um diagnóstico correcto da situação que actualmente se vive na Catalunha. A direita catalã já há muito tempo perdeu o pé e, mais do que a conduzir, está a ser conduzida pela movimentação genuinamente popular que pretende a República Catalã. Onde é que param Jordi Pujol, Artur Mas e outros. Ou se afastaram ou foram afastados e substituídos por líderes mais jovens e comprometidos com a independência. Por algum motivo, são estes que estão na cadeia ou no exílio, não os antigos líderes ... apesar de sobre eles pesarem acusações de corrupção.
E qualquer movimento de independência é por definição interclassista, não há independências proletárias, nem burguesas. E, quando está em causa a opressão nacional (na Catalunha, como no Curdistão ou no Tibete), o dever de qualquer pessoa de esquerda é apoiar os que são perseguidos, não procurar desculpas para não tomar partido.