You are here

Add new comment

Sobre o texto acima de Catarina Martins:

Desse texto, retive a seguinte frase:

" ... nenhum padrão europeu de proteção do trabalho e direitos sociais ... "

Como lidei durante 11 anos com legislação europeia publicada no Jornal
Oficial da União Europeia e atualmente disponível em formato pdf no site
oficial da UE, sei que muitas Diretivas e Regulamentos da UE estão cheios
de páginas a falar sobre a proteção do trabalho e sobre os direitos sociais
dos cidadãos europeus coisas que, na prática, não consigo vislumbrar.
Essas Diretivas e Regulamentos não passam de "música" para encher os
ouvidos dos totós que ainda acreditam na UE, ou dos políticos corruptos
que dela vivem e que a querem "vender" no nosso país. Pelo que me toca,
deixei de acreditar na UE e nos seus benefícios há muitos anos, sobretudo
a partir de 2000, quando a famosa "Diretiva Auto-Oil" (Diretiva nº 70/98/CE
do Parlamento Europeu e do Conselho, de 13 de Outubro de 1998) foi
transposta para a legislação portuguesa e eu tive oportunidade de constatar
que, em termos de poluição atmosférica, sobretudo poluição automóvel,
continuava tudo na mesma nas ruas de Lisboa. Isto no tempo de António
Guterres, que transpunha religiosamente a legislação europeia para a legislação
portuguesa, mas não fazia cumprir rigorosamente nada.

Fernando Justino