You are here

Add new comment

Sendo o BE um dos partidos da coligação não se entende como é que os vários partidos da coligação não foram chamados para a reunião onde foi feito esse acordo. Em uma empresa com vários capitais externos não é só um é que decide? No mundo empresarial, os accionistas são levados a sério. E fazendo a mesma analogia, os partidos de coligação são os accionistas, ou seja, quem da crédito ao actual governo. Se os partidos de coligação são postos de lados não existe coligação nenhuma e sim acordo entre cavalheiros que serão cumpridos mediante algumas regras. A luta pela extinção de precariedade tem que continuar. Quando no programa Quadratura do Circulo da SIC noticias se ouve a afirmação que em empresas grandes não existem salários mínimos vê-se que o Jorge Coelho está completamente desfasado da realidade da industria portuguesa. O aumento da compra de carros de luxos aumentou, mas quem os compra não são os trabalhadores. Temos que lutar por mais igualdade social. Existem sim hipótese de o salário mínimo atingir até os 1000 euros (menos quase 500 euros em relação ao SM da França). É vergonhoso que os supostos gestores do país eleitos pela sociedade portuguesa colaborem com sistemas corruptos e sem qualquer tipo de visão para o bem comum. Se houvesse uma greve nacional em Portugal a todos os níveis queria ver onde esses patrões iam obter lucros. O país iria parar. Nem padarias, nem shoppings, nem lixeiros, nem distribuidores de alimentos, nem cafés, nem hospitais trabalhariam. Mas o povo português só se une para jantares. É o mal. Como se costuma a dizer, o povo tem o governo que merece. Se eu não me importo com quem quer me ajudar então serei abandonado. E é esse sentimento que tenho, sendo abandonado pelos valores morais, éticos e humanos que deixaram de existir nas maiores forças políticas portuguesas. Não é porque eu não me importe com esses valores, é porque eles não existem. Aprecio muito o BE mas é preciso muito mais para haver igualdade social. Como Engenheiro com PhD (doutoramento e não é fictício como alguns políticos de bancada dizem ter licenciaturas e até nisso demonstram a sua baixa qualidade de sapiência por mais mentiras proferidas nas entranhas da sua malvadez diabólica para se beneficiarem de um sistema corrupto e corrompível) envergonha-me quando ouço de uma das formadoras do IEFP a dizer que os salários de 600 euros da pagina do IEFP para engenharia são devidos a não actualização da tabela salarial nacional para essa área. E o corpo é que paga. Andamos todos a brincar e temos que seguir regrinhas de quem nos despreza. Cansado desse sistema hipocrito, cínico e sem escrúpulos.