You are here

Add new comment

Como ex-trabalhador da Galp Energia que sou, fiquei hoje ciente do envolvimento entre Américo Amorim e a "filhinha do papá" Isabel dos Santos,
sobretudo na Galp Energia. De qualquer modo, Américo Amorim adoeceu gravemente (há que se esqueça de que a velhice e a doença chegam
a todos, ricos ou pobres, embora os ricos disponham de mais meios para se curarem) e passou os negócios às descendentes. Nunca percebi o que é que um corticeiro tem a ver com a indústria do petróleo, embora esteja informado sobre a Amorim Energia que está localizada num paraíso fiscal. Teve dinheiro para comprar ações da Galp Energia e isso é que interessou a quem lhas vendeu, isto é, foi tudo uma grande negociata (business as usual, como se costuma dizer).

Cordiais saudações

Fernando Justino

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.