You are here

Add new comment

Os acordos fazem-se denunciam-se!
Se houve coragem para exigir o fim do acordo com a tróica porquê tão ruidoso silêncio e tanta cobardia na denúncia da Concordata que contraria as determinações da Constituição da República Portuguesa, ofende e permite a espoliação de quem não professa a religião e dos que não professam nenhuma.
Que se denuncie a Concordata e se acabe com a abominável isenção de impostos patrimoniadas e de rendimentos à Igreja Católica, ou será que a parasitagem é vitalícia?
Que impedimento há para se exigir à Igreja Católica para dispor de contabilidade organizada e auditada!
Que se torne público as propriedades da Igreja Católica em território português e dos respectivos valores de isenções de impostos concedidas com excepção das propriedades diplomáticas, embaixadas e consulados do estado do Vaticano.