You are here

Add new comment

Já fui simpatizante do BE, mas esta proposta não faz qualquer sentido. A meu ver até vai contra o que querem alcançar.
Somos todos cidadãos de Portugal, e cada pessoa tem o seu Cartão de Cidadão. Inclui homens e mulheres. Ponto. É português básico. O actual CdC já é inclusivo dos dois géneros.
Rídiculo é temos presidentes a começar discursos com "portugueses e portuguesas..." e frases similares. Fala para todos os portugueses e depois coloca um extra para separar as mulheres. Somos todos portugueses não? Todos cidadãos. Apontem-lhe isso no próximo discurso.
Portugal tem de fugir do que se está a passar em alguns países onde extremistas ficam ofendidos por tudo e por nada. O politicamente correcto, a nova vaga de feminismo que destrói a imagem das verdadeiras feministas que realmente lutaram quando não tinham os mesmo direitos, os "Social Justice Warriors"... todos estes parasitas que disparam dados para o ar e depois os factos revelam valores completamente diferentes.
As mulheres na maioria dos países minimamente evoluídos, e cá também, já tem os mesmos direitos e oportunidades que os homens à muito tempo. Não vamos começar a dar passos para trás a querer dividir os sexos novamente. É ridiculo. Quase tão ridiculo quando oiço que as mulheres, no geral, sofrem mais agressões, mais violação, recebem menos a fazer exactamente o mesmo que um homem, e depois vamos ver as estatísticas e temos a noção da realidade. Eu já trabalhei com muitos homens e mulheres que fazem ou faziam o mesmo que eu e ás vezes as mulhers até ganhavam o dobro que alguns homens a fazer o mesmo.
Também não podemos andar a dizer disparates como por exemplo "ah e tal a assembleia devia ser metade homens e metade mulheres". Já temos à muito igualdade de oportunidade. Nunca pode haver igualdade de resultado final. Senão um dia para equilibrar generos, vamos estar a enfiar nas empresas homens ou mulheres só porque sim e não pelo seu CV, qualidade, mérito, etc.
Se querem igualdade sejam igualitaristas, ou até humanistas se o termo servir. Lutem pelos direitos dos homens e mulheres da mesma forma. Tem todos o mesmo valor. Separar é regredir 100 anos.
Isto do CdC é um fait divers. Os cidadãos preferem que se foquem em assuntos com importância como a saúde, o emprego, a segurança, economia e afins. Acordem para a vida. Não façam os portugueses perder tempo e dinheiro com estas palhaçadas.