You are here

Add new comment

Portugal, um pais com uma longa existencia e experiencia historica, e com orgulho por ter sido uma naçao que desde cedo lidou com o mundo, devia nestas questoes humanitarias, ser mais prudente perante a UE. A maior parte dos paises pequenos da Europa, nao sao responsaveis pelo que se passa no Oriente, que leva as pessoas a fugirem aos milhoes. Quem fabrica e sobretudo vende armas na Europa ? é justo, em nome da Europa, da UE, aderirmos a tudo ?