You are here

Add new comment

Trata-se de uma campanha execrável e mal-intencionada, os "Pais" aludidos na campanha, não podem ser confundidos com os educadores previstos numa lei que camufla o que é anti-natural, chamando-lhe "discriminação". A posição do BE é conhecida, silêncio total quanto aos Cristãos atirados borda fora no mar Mediterrânico pelos "coitadinhos dos migrantes", silêncio total quanto aos Cristãos perseguidos e mortos, no Iraque, Etiópia, Síria... E para reforçar o seu elevado deficit democrático, um referendo sobre este assunto está fora de questão, porque um tema como este só deve ser tratado a "cinco".
O povo, nestes casos, deve é permanecer caladinho e sossegado...