You are here

Add new comment

ESCLARECIMENTO
O apoiante de Sampaio da Nóvoa, Daniel Oliveira, escreveu um texto sobre mim e a obrigatoriedade de as câmara municipais apresentarem “o inventário de todos os bens, direitos e obrigações patrimoniais e respectiva avaliação”. Afirmou que, em 2002, “Paulo Morais (…) nunca elaborou tal inventário ou o levou à Assembleia Municipal, como obrigava a lei”.
É uma FALSIDADE. Não me esqueci (nem me lembrei) da apresentação de tal inventário, uma vez que o pelouro do Património não era da minha tutela, mas sim do Presidente da Câmara. Esta estratégia, além de ser falsa, coloca em causa o rigor e a seriedade de Rui Rio, que não precisa seguramente de mim para se defender. A bem da verdade, fica este esclarecimento aos meus apoiantes, aos apoiantes de Sampaio da Nóvoa e também aos de Marisa Matias, uma vez que o texto foi publicado no site do Bloco de Esquerda.