You are here

Add new comment

Em que estudos, factos ou numeros sao baseadas as seguintes afirmacoes:
- exame=sofrimento: quantas criancas consideraram o exame do 4o ano um sofrimento?
- resultados de exames nao espelham processos de aprendizagem: qual e a correlacao (ou falta dela) entre a qualidade dos processos de aprendizagem e os resultados dos exames?
- boa cirurgia=ter muita cultura geral: qual e o aumento de probabilidade de sucesso na operacao por conhecer (ou nao conhecer) Monty Python?

O motivo pelo qual chamo a atencao para a falta de factos e da falta de discussao, e porque se comecarmos a tomar as decisoes com base em boas intencoes, entramos numa espiral demagogica: o exame de conducao faz-me infeliz, passemos toda a gente; pagar impostos faz-nos infelizes, acabe-se com eles; trabalhar faz-nos infelizes, ponhamos toda a populacao de ferias.

E preciso haver discussao de pros e contras, nao e desta forma que BE vai mostrar que e uma alternativa credivel. Como vamos ter dados a nivel nacional para saber da qualidade do ensino do 1o ciclo se nem previram provas de afericao? Como vamos saber que regioes do pais precisam de reforco de qualidade de professores e talvez de investimento?

Ja que sao tao rapidos a mudar os exames, porque nao poem os livros escolares como gratuitos e a passar de ano para ano?

(escrito num teclado internacional)