You are here

Add new comment

Boa tarde.
Fala-se em aumentos e descongelamentos vários, especificados, mas não vejo qualquer referência a medidas urgentes para o combate à pobreza e às desigualdades sociais. E estas são muito urgentes. As medidas a que aludem, pouca ou nenhum reflexo têm nestas últimas situações.
O valor de RSI por adulto isolado, ou o primeiro dos adultos de um agregado familiar (os restantes adultos, ou as crianças recebem muito menos) recebe 178,15€. Uma miséria que importa alterar, aumentando para valores condignos.
Enquanto isso, nos três primeiros trimestres deste ano venderam-se 401 veículos, só da marca Porsche, representando um acréscimo relativamente ao período homólogo de 2014 de 38,8%.
Algo está mal no reino de Portugal, e o que é preciso é uma mudança clara.
Porque não impostos substanciais - novos ou aumento dos que já existem - sobre produtos de luxo, como carros de gama média/alta e alta, bebidas licorosas e espirituosas, charutos, outros artigos de consumo não essenciais, viagens de avião, navio ou comboio, em classe superior à mais baixa, património imobiliário de nível médio/alto e alto, aplicações financeiras acima de certo valor, e sobre o rendimento das mesmas, entre muitas outras possíveis?
Cumprimentos solidários,
Paulo Figueiredo (social-democrata, monárquico)