You are here

Add new comment

Se a Europa recusa a entrada a refugiados ou emigrantes de regimes ditatoriais ou equiparados, é fortaleza não solidaria, ignora os direitos humanos, é xenófoba e por aí fora.
Se intervém a favor das liberdades, é imperialista e é lembrada do seu passado colonial e logo responsabilizada por todas as consequências directas, indirectas e colaterais..
Se a Europa se deixar invadir por povos e culturas que lhe são alheias, deixa de ser o que é e torna-se o terreno ideal de experimentalismos que sempre vêem no caos o caldo redentor do qual haverão de resultar não sei que amanhãs cantantes!