You are here

Add new comment

Tenho pena que o plano A de Pablo Iglesias para a crise grega tenha sido o de não fazer muitas ondas sob pretexto de perder popularidade na Espanha. Ao lado dessa sua afirmação sobre os medos de qualquer vitória negocial do Sirysa, deveria aparecer outra falando dos seus próprios medos em relação a qualquer fracasso negocial do Sirysa. O Podemos que nunca se assumiu como partido de esquerda por opção estratégica acabou perdendo percentagem de possível eleitorado enquanto o Sirysa se mantém forte no que ao apoio popular diz respeito. As negociações gregas terminaram por agora com um recuo em toda a linha de Alexis Tsipras, mas o facto de o Sirysa ter forçado o confronto com o neocolonialismo europeu é de todos os pontos de vista louvável, assim compreendido pelos compatriotas, ensinando que é no vigor da luta que se forja o futuro. Ainda é cedo para se perceber se Alexis Tsipras quebrou ou torceu mas já deu para perceber que o Podemos não foi a jogo.