You are here

Add new comment

O ser legal não legitima moralmente. Neste caso, é legal mas não é obrigatório cumprir. Estávamos bem tramados se nos vergássemos ao argumento "é legal" para não tentar alterar algo com que não concordássemos. "Torturar animais" é uma coisa abjecta. Não sei se é disso que se trata numa tourada - aliás, julgo que, objectivamente, não o é. As três regras propostas pelo autor parecem suficientes para mitigar a coisa. A objecção que ponho é que levantar o problema na AR trará atrás de si o coro dos fundamentalistas de direita e das madames tão preocupadas com os animais e tão indiferentes ao sofrimento humano em largas regiões do planeta.