You are here

Add new comment

Quem paga isto tudo são os trabalhadores e, além de outros, os que recebem "aposentadorias" do Brasil, esbulhadas em 25%.
Sim.
1.- O governo "de cá" transfere, para residentes no Brasil, as "aposentadorias" que sejam devidas, ao abrigo do ACORDO DE SEGURANÇA SOCIAL.
Porém, desde Maio de 2013, passou a ROUBAR 25% dos montantes a transferir, seja qual for o tal montante. Se, por exemplo, a tal "aposentadoria" tiver o mísero valor de 400,00 €, o nosso camarada, no Brasil, receberá apenas 300,00 €.
Alegam que tal se deve a um tal "ACORDO PARA EVITAR DUPLA TRIBUTAÇÃO E EVASÃO FISCAL"...!!!
É claro que o Brasil, reciprocamente, também tributa em 25% os valores da mesma natureza, transferidos para residentes em Portugal.
2.- Fica então bem claro o esquema maquiavélico que o governo português "arranjou" para, à custa dos aposentados do Brasil, residentes em Portugal, arrecadar mais uns trocados, ROUBANDO 25% daquilo que deveria transferir, INTEGRALMENTE, para aqueles que residem no Brasil.
Tudo muito engenhoso e extremamente subtil...!
3.- Em Maio de 2013, essa PALHAÇADA também teve início entre Espanha e Brasil. Porém, como na Espanha existe um governo que serve o interesse dos cidadãos, a comédia terminou logo, em Setembro de 2013, porquanto chegaram à conclusão de que essa coisa de "EVITAR DUPLA TRIBUTAÇÃO E EVASÃO FISCAL" não faz sentido ser aplicada às transferências efectuadas nos termos do ACORDO DE SEGURANÇA SOCIAL, entre os dois países.
Em Outubro de 2013, os residentes em Espanha foram reembolsados, pelo Brasil, nos montantes EXTORQUIDOS desde Maio até Setembro.
4.- Os residentes em Portugal continuam a ser descaradamente ROUBADOS, sem que alguém levante um dedo para apontar a perversidade da situação.

Antes do 25 de ABRIL, o meu Pai dizia: - O país está a saque...
E só havia dois ou três ladrões.
O que diria hoje, perante o que por aí vai...
Agora são às centenas, e não apenas dois ou três.
Quem poderá sustentar esta cambada toda?