You are here

Add new comment

O Nazismo tem uma longa génese que é impossível detalhar neste comentário, mas, gostaria de chamar a atenção para alguns pontos.
1. Em 1918 rebenta a revolução na Alemanha, o país é coberto de conselhos operários e de soldados (sovietes), o Kaiser refugia-se no estrangeiro, é proclamada a republica e os trabalhadores entregam o poder ao seu partido de sempre, o SPD.
2. Desde o primeiro momento o SPD de Ebert e Noske conspiraram secretamente em conluio com os generais do Estado Maior para sufocar a revolução. É muito ilustrativo o livro de Sebastian Haffner sobre a revolução de 1918.
3. Esta primeira vaga da revolução é contida pela traição do SPD e culmina com o assassinato de Rosa Luxemburgo, Karl Libknecht e Jogiches, elementos destacados da ala esquerda do SPD e que tinham formado pouco tempo antes o KPD (partido comunista)
4. No entanto a crise continuava, agravada pelas condições draconianas do tratado de Versailles, e os trabalhadores mantinham no essencial as suas posições. O SPD sofre uma cisão enorme com uma ala esquerda e por sua vez desta ala esquerda sairá uma ala que adere ao KPD. O Partido Comunista torna-se um partido de massas com mais de 500.000 membros.
5. As condições da sua formação, o desaparecimento de alguns dos seus principais dirigentes, as condições difíceis em que iniciou a sua vida Internacional Comunista, contribuíram para uma série de erros do KPD - a sua primeira reacção ao putsch de Kapp, a tentativa de golpe em Março de 1921 e a hesitação fatal em 1923 quando as condições para conquistar o poder estavam criadas, conduziram à derrota da revolução da Alemanha e à desmoralização do KPD.
6. Por outro lado esta derrota acentuou o isolamento da Rússia soviética e contribuiu para o ascenso e estabilização da clique estalinista. Este ascenso teve o seu reflexo internacional na campanha de "bolchevização" dos partidos da III Internacional que os foi transformando em correias de transmissão dos interesses dessa clique.
7. A traição do SPD e as inconsistências do KPD criaram um impasse junto aos trabalhadores e aos milhões de desempregados que procuravam uma saída para a crise que se acentuou em 1929 com a grande depressão.
Essa ausência de solução para a crise, foi alimentando o crescimento dos Nazis que iam recebendo no seu seio camadas cada vez maiores da peque-burguesia arruinada.
8. Nas eleições de 1930 o Nazis tiveram 6.000.000 de votos (18%), mas, o SPD e o KPD juntos somavam quase 11.000.000. O problema é que o KPD obedecendo a Moscovo considerava o SPD (social-fascistas!!) o seu principal inimigo e assim em vez de unir as fileiras dos trabalhadores para em conjunto combaterem os Nazis e derrotarem na rua as sua forças de assalto (as SA), o Partido Comunista desorganizou e desmoralizou o conjunto dos trabalhadores o que enfraqueceu a resistência ao ascenso dos Nazis.
9. Nas eleições de Julho 1932 os Nazis mais do que duplicam os seus votos, tornando-se o maior partido, mas, mesmo assim só com 37,3% dos votos, sendo que o SPD e o KPD juntos somavam 35,8% dos votos.
Mais importante ainda, os Nazis que não tinham como nunca tiveram uma maioria absoluta, não conseguiram formar governo o que resultou em novas eleições em Novembro de 1932.
10. Nesta eleições os Nazis perderam 2.000.000 de votos ficando-se pelos 33%, o KPD e o SPD juntos somavam 37%.
11. As eleições seguintes em Março de 1933 já foram realizadas depois do golpe palaciano Hitler-Papen, da dissolução do Reichstag, do incêdio do Reichstag , da prisão aos dirigentes comunistas e da violenta perseguição e ataques a todos os partidos e organizações dos trabalhadores. Mesmo assim o KPD ainda teve cerca de 5.000.000 de votos e o SPD cerca de 7.000.000.
12. Na altura em que Hitler assume o poder, em Janeiro de 1933, tanto o KPD como o SPD tinham apoio de massas e tinham as suas organizações, incluindo organizações armadas, relativamente intactas. No entanto os dirigentes de uns e de outros recusaram-se a combater abertamente a ascensão dos Nazis, acabando muitos por pagar com a vida a sua total falência politica. O movimento organizado dos trabalhadores foi totalmente destruído.

13. Para concluir o Nazismo só cresceu e venceu devido à total falência politica das direcções das organizações tradicionais dos trabalhadores.
Primeiro a traição social-democrata à revolução de 1918.
Depois as fraquezas da direcção do KPD até 1923, a sua estalinização progressiva, o sectarismo suicida a partir de 1929 priorizando os ataques ao SPD e por fim a traição pura e simples com a recusa de combater o ascenso de Hitler.
As camadas pequeno burguesas arruinadas que numa primeira fase olhavam à esquerda para a solução da sua situação foram progressivamente, na ausência de uma resposta clara à esquerda, sendo alienadas e entregues à demagogia e à força dos Nazis.
14. A incapacidade de à esquerda ter sido dada uma saída socialista para a crise, possibilitou a "saída" capitalista para essa mesma crise - o braço militar do nazismo, financiado pelos grandes capitalistas alemães, destruindo todas as organizações e conquistas dos trabalhadores.
15. A crise do sistema capitalista no seu conjunto só seria resolvida mais tarde (temporariamente) com a II Guerra Mundial e com a destruição massiva de forças produtivas e os consequentes custos inimagináveis para a humanidade.
16. Estamos neste momento vivendo um período histórico semelhante a esse da crise entre as duas Guerras.