You are here

Add new comment

Admiti sem reservas que não conhecia da missa a metade e, relativamente à metade que julgo conhecer, não deixei de me referir ao "(...) extenso rol de cumplicidades dos falcões americanos com os terroristas, (...)". Muito embora não saiba, como disse, da missa a metade, é um gosto saber que há uns iluminados "politicamente alfabetizados" que a sabem toda. A alfabetização - que já agora seria desejável que não se limitasse à política, para que se pudesse entender melhor o que verdadeiramente pretende uma criatura quando escreve - parece ser tipo chapa 3. É só pôr a cassete e confiar na análise politicamente correta que contém. A dita serve seguramente para explicar como tudinho aconteceu nas torres gémeas de Nova Iorque e nos outros atentados de Londres, Madrid e agora Paris. Serve igualmente para que fiquemos corretamente informados das verdadeiras razões por que tem de ser mil vezes chicoteado um ateu na Arábia Saudita ou por que tem de ser queimado vivo um prisioneiro de guerra do Estado Islâmico. Quando a cassete chegar ao fim é só virar e passar de novo, para ficarmos naturalmente a conhecer a explicação antecipada para um eventual atentado em Lisboa ou as ligações suspeitas do Bin Laden, facilmente dedutíveis pela marca e modelo da algália que usava enquanto esteve doentinho.
Não há, de facto, pachorra para tanta cegueira... que uma desmesurada arrogância não consegue disfarçar!