You are here

Add new comment

Em Janeiro de 2003 o Público tinha esta cronologia:
"Alguns Casos Que Foram Notícia
Terça-feira, 07 de Janeiro de 2003

1994 - Três "caloiros" da Universidade de Évora foram vítimas de agressões nas
praxes académicas e tiveram de ser tratados no hospital. Um dos estudantes foi
espancado, outro sofreu ferimentos graves na cara e nos olhos, e uma jovem, que
ingeria regularmente medicamentos, foi deixada em estado de embriaguez. O
presidente da associação de estudantes e o reitor da universidade condenaram as
agressões. (PÚBLICO)

1996 - No início do ano académico, Marçal Grilo, então ministro da Educação,
diz publicamente que "as praxes estão a ir longe de mais" e manifesta-se contra
a "violência, maldade e maltrato" de que são vítimas alguns caloiros. ("Diário
de Notícias")

1998 - O jornal da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto publica uma
entrevista com um caloiro que se queixou de maus tratos - agressão com sacos de
areia - infligidos pelos "veteranos". A associação de estudantes da faculdade
insurgiu-se contra a publicação do artigo e considerou que não havia provas de
que a praxe violenta tivesse acontecido. ("A Capital")

1999 - Uma aluna de 19 anos, do 1º ano da Escola Superior de Educação de
Leiria, ameaçou processar cinco colegas que acusou de a terem agredido física e
psicologicamente. "Um grande corte de cabelo", feito perante uma plateia
de "uma 200 pessoas", foi um dos castigos a que foi sujeita depois de se ter
recusado a aparecer vestida de pijama. ("Diário de Notícias")

O reitor da Universidade dos Açores suspendeu as praxes porque os caloiros eram
humilhados em serviços de limpeza nas casas dos "veteranos", sendo ainda
forçados a ver filmes pornográficos. ("24 Horas")

2001 - A Universidade do Minho toma medidas para controlar as praxes. Cria
um "livro branco da praxe", onde os caloiros podem comentar a forma como foram
tratados e grupos de acolhimento, com representantes de professores e das
comissões de praxes. A cada aluno é prestada informação sobre o que fazer caso
sejam sujeitos a praxes indevidas ("Diário de Notícias")."

http://jornal.publico.pt/2003/01/07/Sociedade/S03.html

© 2000 PÚBLICO Comunicação Social, SA