You are here

Add new comment

- a ditadura síria é apoiada pela Rússia, Irão e Líbano, mas os rebeldes são apoiados por vizinhos que não são nada democráticos, como a Arábia Saudita e integram grupos terroristas, como a Al-qaeda e grupos extremistas islâmicos. Dali dificilmente sairia uma democracia decente a médio prazo

- uma intervenção militar externa arrasa as infraestruturas locais, agravando as condições de vida da população durante vários anos e provocaria pelo menos dezenas de milhar de mortos (indirectamente talvez centenas de milhar, como no Iraque)

- opressão da auto-determinação do povo sírio seria muito mais profunda no caso de uma intervenção externa em grande escala. Imagine como seria celebrado o 25 de Abril se Portugal tivesse sofrido uma ocupação externa com o propósito de nos "libertar" de um potencial regime comunista

- o interesse do regime sírio em usar armas químicas para matar umas centenas de pessoas parece muito reduzido comparado com o dos rebeldes em incriminar o governo para servir de pretexto para uma intervenção externa

faça um favor à humanidade : não seja ingénuo.