You are here

Add new comment

Esse escritor chileno Luís Sepúlveda insinua que teria sido o repórter argentino H. Verbitsky quem teria revelado que Videla comungava pelas mãos de Bergoglio, mas na matéria "O Papa e a ditadura argentina: A única verdade é a realidade." (transcrita aqui em Esquerda.Net), Verbitsky diz claramente que Bergoglio lhe disse pessoalmente que só teria se encontrado duas vezes na vida com o General Videla.
O que há nos artigos tanto do chileno, quanto do argentino, é aquele velhíssimo defeito das esquerdas que muito tem prejudicado as causas sociais: a demonização da direita, o espírito de propaganda, stalinista ousamos dizer, que não apura nada, que fala como conversa de botequim, no reinado do "eu tenho pra mim..."... Dois artigos inúteis que Esquerda.Net publicou.