You are here

Add new comment

Apesar de ser grande simpatizante do BE e do seu ideário, continuo a não compreender sinceramente, como é que o BE, à revelia dos interesses dos utilizadores dos transportes públicos, continua a alinhar e a apoiar uma política de greves no sector dos transportes que tem seriamente prejudicado a imagem, o bom nome, o serviço e as contas das empresas de transportes públicos. Já nem me vou pronunciar o facto, noticia o jornal Sol, que há maquinistas a auferir 50 mil euros por ano de salário.

Rogo ao BE que deixe de apoiar este tipo de greves, pois sendo eu fervoroso defensor de um bom sistema de transportes públicos, fervoroso defensor da ferrovia como solução para um país sem recursos petrolíferos endógenos como é Portugal, e sendo eu assíduo utilizador dos transportes coletivos de passageiros, o BE com esta atitude tem-me vindo a dececionar bastante, pois prefere defender uma elite profissional, a defender o interesse geral das pessoas que usam os transportes públicos.

E presencio-o todos os dias: quantas mais greves, mais pessoas usam o carro para ir trabalhar, o que não é de todo desejável.

Saudações de um homem de esquerda!