You are here

Add new comment

Obrigaram um sem número de professores a recorrerem á reorma antecipada. Teem que lhes pagar na mesma mas eles não estão no exercício. Concluindo: o sr.ministro não admite docentes em falta porque está sem dinheiro que é gasto a pagar as reformas e o ponto mais importante é que o sr.ministro não está na situação de professor precário á um rol de tempo.Se estivesse nesta situação a intervenção seria outra.Só posso entender como cinismo egoístico.