You are here

Add new comment

2ª edição => Pena que na “grande” imprensa brasileira não tenha um Luis Leiria em sua lista. Porque, salvo raríssimas exceções, e assim mesmo do pessoal da mídia eletrônica, as notícias por aqui foram chochas, aguadas. Isto, sem contar as pagas (em dólares) pelos interessados norteamericanos, ingleses, suecos e (pasmem!) australianos, que impiedosamente atacam o Sr. Assange, acusado de estuprar uma prostituta cubana que trabalha para a CIA e, nas horas vagas, roda faz uns bembolados nos bordeis suecos. Dizem as maslínguas que o caso é mais sério. A garota apaixonou-se pelo australiano. Como não foi correspondida, mesmo havendo sido regiamente paga, resolveu vingar-se e aproveitou o "gancho" do vazamento das informações do Pentágnono para detonar o blogueiro. Nosso Tim Maia dizia que "Pais onde prostituta se apaixona, cafetão tem ciumes e pobre é de direita, esse pais não é sério". Será o caso da Suécia atual?