You are here

Add new comment

Acredito também que o modelo da gestão colectiva dos direitos pode e deve ser alterado, melhorado. Tem de saber lidar melhor com novas formas de autoria e de exercer os direitos de autor. Tem de ser mais transparente. Mas a gestão coletiva é tão importante como todas as formas coletivas de defender o trabalho. Neste caso defendem o trabalho do autor e do intérprete. E é por isso que é importante que ninguém seja obrigado por contrato a prescindir dos seus direitos. Ser obrigado por contrato é muio diferente de disponibilizar a obra ao público com licença cc ou mesmo colocando imediatamente em domínio publico. Porque nestes casos o autor está a dar directamente ao público os seus direitos e não a cedê-los a um terceiro por contrato. Aliás, a CC Portugal tem um esclarecimento sobre isso mesmo no seu site.