You are here

Add new comment

Como é possível o BE ter durante uma década um grupo (corrente) que defende a constituição de brigadas para apoiar os talibãs no Afeganistão?

Outra coisa que deixa-me intrigado é o facto de alguns dirigentes dizerem que o Ruptura/FER nunca participou nas actividades do BE, visto que no texto da MN diz "2. Em Março deste ano, antes das eleições legislativas, Gil Garcia comunicou que o Ruptura/FER estava empenhado na criação de um novo partido político, num discurso que foi colocado no youtube (aos 6´30) pelos seus autores. Desde então, os membros do grupo abandonaram as suas actividades no Bloco.", ou seja, os Rupturas só deixaram de participar depois de Março de 2011.