You are here

Add new comment

Insultos? É ou não verdade que o BE aprovou, no Parlamento Europeu, uma resolução apoiando a agressão militar à Líbia? Venham falar do tal parágrafo votado em separado, mas o que é facto é que os deputados do BE aprovaram essa resolução do Parlamento europeu. Em segundo lugar, a Síria. É óbvio desde há anos que esse país está na mira do imperialismo. Não pela falta de liberdade ou democracia (discutível, leia Chossudovsky) mas pelo papel que desempenha no médio oriente de combate a Israel e apoio às forças que se lhe opõem, designadamente o Hamas ou o Hezbollah, mas também a FPLP, por exemplo. É isso que está em causa e não qualquer «revolução» mais ou menos colorida. Os levantamentos «populares» na Síria, armados, são equipados e financiados por Israel e pela Turquia e estão a decorrer conforme um plano esboçado em 2003 pelos EUA para desestabilizar aquele país que, deverá concordar, é dos poucos na região que é essencialmente laico e cuja elite não se verga aos ditames dos EUA.