You are here

Add new comment

É agradável saber que existe um partido na Assembleia da República atento e solidário com os trabalhadores vítimas deste brutal ataque ao direito ao emprego. A crise está a ser paga por quem a não a provocou e esta denúncia deve estar sempre presente na voz dos deputados do BE, à porta das empresas. Sobre o artigo : O BE também esteve em Gaia,junto dos trabalhadores da Valsan a prestar solidariedade (Jornais Público e JN de12/11 e no site do BE/Porto). Os vários ministérios e a ACT foram questionados sobre mais este despedimento em Gaia,Concelho com mais número de desempregados. A Cámara municipal , pela voz do eterno número dois de F.Menezes, o Dr. Marco António, com desrespeito pelos drama dos trabalhadores remeteu-os para uma empresa municipal Amigaia. Desenganem-se os trabalhadores da Valsan, como se desenganaram os da Yasaki Saltano de um possível apoio de uma Câmrara que se encontra de costas viradas para os desempregados, os excluídos e os pobres do Concelho.