You are here

Add new comment

Não concordo com alguns comentarios que classificam o texto de bom e completo. é claramente feito por alguem que apesar de conhecer um pouco a realidade praxista não a compreende. Só isto justifica o maior e mais frequente erro usado quando se argumenta a praxe: a generalização de acontecimentos esporadicos e a itilização dos mesmo para argumentar contra a praxe.

caro ricardo, tenho uma pergunta para si: estudou em lisboa, certo?