You are here

Add new comment

Meu caro, se as pessoas deixaram de te falar porque não foste à praxe isso não tem nada a ver com a praxe em si mas tem a ver com a parvoice de cada um. A praxe é apenas mais uma actividade que os alunos podem escolher estar ou não estar. Quem está, está com prazer pois se assim não for deve ir embora. Quem não está, não está porque não quer estar e não é menos por isso. Fazer demandas de protesto pela existência da praxe é atentar contra a liberdade de escolha de cada um dos milhares de estudantes que optou por lá estar. Ao contrário do que possas pensar, quem está na praxe não é idiota, nem campónio, nem diminuido cultural e pessoalmente. Quem está na praxe são alunos inteligentes, que sabem o que querem, são os futuros médicos, políticos, advogados, professores deste país. E quem não está não é diferente. Simplesmente, os praxistas não espalham cartazes a chamar carneiros a quem não vai à praxe. Respeitam essa opção.