You are here

Vítimas dos incêndios “pedem mais que o nosso pesar”

Na sua intervenção no voto de pesar no parlamento pelas vítimas dos incêndios dos últimos dias, Pedro Filipe Soares sublinhou que “a exigência é saber se estaremos ou não à altura do que esperam de nós”.
Pedro Filipe Soares interveio sobre o voto de pesar pelas vítimas dos incêndios de 15 e 16 de outubro.

O líder parlamentar do Bloco manifestou o pesar e a solidariedade por aqueles que perderam as vidas, as suas famílias, e de todos os que ajudaram a combater as chamas e a salvar vidas.

“Essa solidariedade é o que faz a união de um país que exige dos seus dirigentes políticos um maior empenho na sua proteção do que tem acontecido nas últimas décadas”, prosseguiu o deputado bloquista, afirmando que nos últimos dias “o Estado falhou aos seus, e quando isso acontece, nenhum nem nenhuma de nós pode dormir em paz”.

“A exigência é saber se estaremos ou não à altura do que esperam de nós”, desafiou Pedro Filipe Soares, para que o país possa “passar para lá do jogo partidário corriqueiro, dos relatórios que não saem do papel, das leis que não são cumpridas e que a cada incumprimento colocam a vida das pessoas em causa”.

“Esse é o desafio único de quem quer respeitar aqueles que perderam a vida”, resumiu o líder parlamentar do Bloco.

Agora, cabe a todos os eleitos de todas as bancadas “responder como é que queremos ser lembrados daqui a 5, a 10 ou a 50 anos: se como aqueles e aquelas que fizeram por estar à altura daqueles que esperavam tudo deles, ou como aqueles e aquelas que falharam, quando o país, os seus familiares, os seus vizinhos e a sua população deles pedia muito mais e melhor”, concluiu Pedro Filipe Soares.

Pedro Filipe Soares:"Este é um voto de pesar que não deveria ter lugar"

Termos relacionados Política
Comentários (2)