You are here

Vítor Gaspar foi nomeado diretor do departamento de Assuntos Orçamentais do FMI

O ex ministro das Finanças, que se demitiu após reconhecer a sua incapacidade em cumprir as metas orçamentais, vai liderar o gabinete de Assuntos Orçamentais do FMI. O fiel discípulo do ministro alemão das Finanças, Wolfgang Schaüble, inicia funções no início de junho.

Vítor Gaspar, que irá suceder no cargo ao italiano Carlo Cottarelli, foi nomeado pela diretora-geral do Fundo Monetário Internacional, Christine Lagarde.

Lagarde sublinha a "impressionante capacidade de gestão" e a "experiência" do ex-ministro em cargos públicos "a nível europeu e nacional".

"Gaspar traz consigo credenciais de gestão impressionantes e um currículo formidável em termos de experiência em políticas públicas a nível Europeu e nacional", avança a representante do FMI.

"A minha equipa de gestão e eu desejamos trabalhar com Gaspar nas matérias de finanças públicas e no fornecimento de conselhos de política orçamental aos nossos países membros", acrescenta, sublinhando que espera do ex ministro das Finanças português um “aconselhamento vital em termos de política orçamental” aos países que pertencem ao FMI, onde se incluiu Portugal.

Depois de se demitir do governo a 1 de julho, Vítor Gaspar regressou ao Banco de Portugal como consultor do governador, Carlos Costa, e, em novembro de 2013, foi nomeado pelo presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, responsável do Grupo de Alto Nível para a Tributação da Economia Digital.

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Política
(...)